Os 5 desafios das equipes: como a Valid cria uma cultura organizacional orientada para resultados

||Os 5 desafios das equipes: como a Valid cria uma cultura organizacional orientada para resultados

By Anne Markle – Vice President of Manufacturing, USA Region Seja com novas soluções ou novos escritórios pelo mundo, a Valid está sempre se adaptando e evoluindo para atender às necessidades dos clientes e do mundo em constante mudança. Conforme a empresa cresce e ganha renome, nossa equipe também evolui e muda. E, nesse clima de evolução tecnológica constante, é […]

By Anne Markle – Vice President of Manufacturing, USA Region

Seja com novas soluções ou novos escritórios pelo mundo, a Valid está sempre se adaptando e evoluindo para atender às necessidades dos clientes e do mundo em constante mudança. Conforme a empresa cresce e ganha renome, nossa equipe também evolui e muda. E, nesse clima de evolução tecnológica constante, é mais importante do que nunca estabelecer uma base sólida na hora de criar uma equipe de sucesso.

O livro “Os 5 Desafios das Equipes” (The Five Dysfunctions of a Team, em inglês), de Patrick Lencioni, é uma ferramenta muito útil para o crescimento organizacional que permite às equipes não só falarem a mesma língua, como se desenvolverem e atingirem as metas mantendo as individualidades de seus membros como um diferencial. Mas como isso funciona? Vamos olhar mais de perto.

O livro fala do que ocorre quando faltam alguns elementos importantes para a equipe e qual é o impacto direto disso nos resultados. Para reduzir mal entendidos e confusões em uma equipe, é importante entender que existem 5 desafios principais e que cada um deles precisa ser resolvido individualmente.

Falta de confiança

A confiança é a base de tudo. Sem ela, sua equipe não tem base. Se os integrantes da equipe não conseguem revelar suas fraquezas e se mostrar vulneráveis uns para os outros, isso fomenta uma cultura sem confiança e incentiva comportamentos defensivos, o que torna os indivíduos mais relutantes a pedirem ajuda aos outros ou mesmo ajudar os colegas. A solução para esse desafio é incentivar a troca de experiências, acompanhar sempre a equipe, demonstrar credibilidade e desenvolver insights sobre as características de cada integrante.

Medo de conflito

Decisões ruins costumam ser fruto de uma situação em que os membros da equipe não expressam abertamente suas opiniões. Se eles não confiarem uns nos outros, não vão conseguir participar de um debate mais acalorado ou discussão. Com isso, as pessoas ficam evitando conflitos e tentando criar um ambiente falsamente harmônico, o que impede que o desafio inicial seja resolvido. Um conflito sempre pode ser positivo e produtivo se for enfrentado com respeito e proatividade.

Falta de compromisso

A ambiguidade costuma prevalecer em uma equipe sem conflito. Quando a opinião de um indivíduo é incluída no processo de decisão, através de uma discussão, chamamos isso de buy-in. Nem sempre a equipe precisa chegar a um consenso, mas é importante que todos sejam pelo menos ouvidos. As equipes mais produtivas tomam decisões com base em informações e de forma transparente quando veem que têm o apoio e o compromisso de todos.

Fuga de responsabilidade 

Uma equipe sem comprometimento de seus integrantes não é uma equipe responsável. Uma equipe que não aceita sugestões de seus membros provavelmente não vai fomentar neles a responsabilidade. É importante que cada integrante aceite sua responsabilidade e saiba também quando responsabilizar o outro. Avaliar o progresso da equipe é uma das medidas do sucesso. E, para fazer isso, é importante conhecer os padrões da equipe, o que precisa ser feito, por quem e até quando.

Falta de atenção ao resultado

Quando um integrante não é responsabilizado, ele costuma tentar proteger seus próprios interessas em vez dos interesses da equipe. Sem essa responsabilização, os resultados que a equipe espera obter nunca acontecerão. Uma equipe pode ser considerada orientada para resultados quando todos os seus integrantes colocam os resultados do grupo acima dos seus próprios. Os resultados precisam ser transparentes e os comportamentos que contribuem para o crescimento da equipe devem ser recompensados.

O líder da equipe, ao gerir pelo exemplo e com otimismo, ajuda o grupo com esses cinco desafios. Ele precisa falar abertamente de suas fraquezas, encorajar um conflito saudável, responsabilizar a si mesmo e a equipe, definir os padrões e comunicar com clareza os resultados.

Na Valid, adotamos novos produtos, tecnologias e filosofias corporativas para construir uma cultura de inovação.  Uma cultura orientada para resultados não acontece sem confiança, conflitos, comprometimento e responsabilidade. O objetivo da liderança da Valid é superar esses cinco desafios de forma metódica e estratégica para alcançar o sucesso.