2022-07-07T15:48:46+01:0029/09/2021|Tags: , , , , , , |

12/07/2022

A tecnologia de e-SIM está criando um mundo totalmente novo de possibilidades e novos negócios, mas como ele realmente funciona?

Um guia prático para a tecnologia e-SIM

A tecnologia Embedded SIM (e-SIM) trouxe muita conveniência para o dia a dia dos consumidores e revolucionou a forma como os fabricantes de smartphones e equipamentos de M2M e IoT desenvolvem seus dispositivos.

Os consumidores podem escolher e mudar de operadora de celular de forma digital, sem a necessidade de trocar fisicamente o cartão SIM (chip) dentro do dispositivo ou visitar uma loja. Do ponto de vista dos fabricantes de dispositivos essa tecnologia deu a eles o poder de criar dispositivos menores e mais inteligentes para o mercado.

Para as operadoras de rede móvel (MNOs ou MVNOs), o e-SIM cria novas possibilidades de negócios, e a capacidade de conectar e gerenciar bilhões de assinaturas em sua rede através de uma experiência totalmente digital para seus clientes.

Mas o que é um e-SIM? E como funciona essa tecnologia?

Abaixo estão 7 fatos importantes sobre o e-SIM para ajudá-lo a entender melhor essa tecnologia e como ela transformará o mundo móvel nos próximos anos.

  • O que é um e-SIM?

Um e-SIM é o novo formato do seu cartão SIM (chip) que a ser incorporado dentro dos Smartphones e dispositivos M2M e IoT. Com isso os clientes das operadoras de celulares ganharam mais autonomia e flexibilidade na escolha da oferta dos serviços móveis, pois não precisam trocar fisicamente o cartão SIM (chip) a cada mudança de operadora. O e-SIM funciona da mesma forma que o cartão SIM (chip) tradicional, armazenando de forma segura e digital os detalhes de assinatura móvel. Essa tecnologia foi padronizada por organizações confiáveis do setor de Telecomunicações internacionais, tais como GSMA, ETSI, TCA AllianceGlobalPlatform.

  • Qual é o tamanho de um e-SIM? 

O e-SIM é um chip muito pequeno, medindo apenas 2,5 mm por 2,3 mm e 0,2 mm de espessura. O cartão SIM embutido já está soldado em seu dispositivo, então você não precisa se preocupar em inserir manualmente um cartão SIM tradicional para conectividade.

  • Qual é a diferença entre um e-SIM e um cartão SIM?

O e-SIM é diferente do seu antecessor, o cartão SIM, pois elimina o incômodo de abrir a bandeja do telefone e remover o cartão SIM toda vez que você quiser mudar de operadora de celular ou atualizar seu acesso à rede. O e-SIM está já está soldado na placa do seu aparelho. É regravável e compatível com todas as principais infraestruturas das MNOs e MVNOs em todo o mundo.

O e-SIM faz o donwload e armazena de forma segura as configurações da operadora de celular no smartphone ou dispositivo de M2M e IoT do cliente, para que funcione exatamente como um cartão SIM tradicional. Após a atualização das informações o cliente está apto a utilizar a rede da operadora de celular.

Cartão SIM (Chip) e-SIM
  • Quais são as vantagens de ter um e-SIM no seu dispositivo?

O e-SIM traz liberdade para o cliente final. Ele está ativo a partir do momento em que o cliente compra e liga o dispositivo habilitado para e-SIM – não há necessidade de se preocupar em comprar um novo cartão SIM ou adaptar o do seu aparelho. O e-SIM pode ser atualizado remotamente, permitindo que o usuário final mude facilmente de operadora ou pegue um número pré-pago local ao viajar para o exterior para evitar custos excessivos com ligações e conexão de dados internacional. O e-SIM também pode armazenar vários planos, inclusive de operadoras diferentes.

Para os fabricantes de dispositivos, permite criar dispositivos menores, resistentes à poeira e à prova d’água.

Para operadoras móveis e provedores de serviços M2M e IoT, suas operações logísticas, custos e suporte são simplificados. O eSIM elimina a necessidade de gerenciar fisicamente cartões SIM nos estoques e lojas. Também oferece muitas oportunidades de novos negócios, pois esses dispositivos conectados precisarão de integração digital para funcionar.

  • Quais smartphones eSIM já estão disponíveis (até setembro 2021)?

Já existem muitos dispositivos habilitados para eSIM no mercado, incluindo smartphones, wearables, tablets, PCs portáteis e muitos outros dispositivos eletrônicos, tais como M2M e IoT. Graças aos sistemas operacionais Android Wear do Google, IOS da Apple e Windows 10 que agora suportam o e-SIM, muitos outros dispositivos compatíveis com eSIM estão chegando ao mercado.

Abaixo, você pode encontrar uma lista com alguns dos smartphones habilitados para eSIM disponíveis:

De acordo com a ABI Research, a remessa de smartphones compatíveis com eSIM dobrará em 2021; para 781 milhões de unidades de 255 milhões em 2020. Em 2025, estima-se que haverá 781 milhões de telefones com eSIM.

  • Como o eSIM está conectado à rede?

O eSIM possui uma área segura para armazenar as configurações de assinaturas do cliente e as configurações de rede da operadora que permitem que o usuário se conecte e seja autenticado na rede móvel desejada. A MNO / MVNO deve possuir uma plataforma que se chama (SM-DP+) e serve para realizar a Preparação de Dados para gerenciar as Assinaturas de cada cliente, permitindo baixar e atualizar com segurança o perfil eSIM armazenado no SIM incorporado do dispositivo. Por meio do SM-DP+, a operadora cria a assinatura e o perfil do usuário para que fique disponível para download. As principais operadoras globais já estabeleceram uma plataforma de gerenciamento de assinaturas para criar, gerenciar, baixar e atualizar com segurança os perfis de eSIM de seus usuários.

O eSIM possui uma área segura para armazenar as configurações de assinaturas do cliente e as configurações de rede da operadora, permitindo que o usuário se conecte e seja autenticado na rede móvel desejada da MNO / MVNO.

Para realizar o gerenciamento do download e configuração do e-SIM a operadora deve possuir uma plataforma que se chama (SM-DP+) e serve para realizar a preparação dos dados das assinaturas de cada cliente, permitindo baixar e atualizar com segurança o perfil e-SIM no dispositivo, realizando a ativação do plano contratado pelo cliente.

As principais operadoras globais já estabeleceram uma plataforma de gerenciamento de assinaturas para criar, gerenciar, baixar e atualizar com segurança os perfis de eSIM de seus clientes.

  • Como ativar um dispositivo e-SIM na rede da operadora?

Primeiro, você precisará de conectividade para ativar seu dispositivo e-SIM. Depois de conectar seu dispositivo via Wi-Fi ou sua rede móvel, há muitas maneiras de ativar seu dispositivo e-SIM. Esses incluem:

  • Através de um Código QR Genérico para e-SIM

A Valid possui a tecnologia que permite gerar Código QR genéricos ou únicos que podem ser divulgados em diversos tipos de mídias sem necessidade de alteração do conteúdo da mídia de forma recorrente para baixar o perfil e-SIM e ativar o plano de uma operadora.
Imagine que sua operadora divulgue em um anúncio de TV com uma promoção, que um cliente se interesse, basta que ele faça a leitura do Código QR na TV para baixar no seu dispositivo as configurações da operadora e aderir ao plano anunciado.

  • Através de um código QR específico para aquela ativação

Seguindo este método, ao receber o código QR basta digitalizar para baixar as configurações eSIM para o seu dispositivo. O código QR inclui informações que permite baixar as configurações da operadora e aderir ao plano.

  • Através do Aplicativo da Operadora MóvelDepois de ligar o dispositivo pela primeira vez e se conectar por wi fi, o aplicativo móvel da operadora pode acionar automaticamente o download do seu perfil e-SIM.  Estes casos de uso se aplicam para dispositivos subsidiados pela operadora é possível definir o endereço de download por padrão durante as etapas de fabricação do aparelho para uma melhor experiência do usuário

A assinatura do e-SIM é pré-provisionada dentro do dispositivo durante a produção. Como resultado, o endereço do SM-DP+ já está presente e, assim que o usuário liga o dispositivo, ele baixa automaticamente o perfil eSIM. Nesse cenário, o MNO / MVNO e o OEM devem trabalhar juntos durante os testes de aceitação do dispositivo.

Se a MNO / MVNO desejada já estiver conectada a esta plataforma global de M-DS da GSMA, basta ligar o dispositivo e ele recuperará de forma automática, remotamente e instantaneamente o perfil e-SIM.

Faça o download do infográfico eSIM: Como funciona para saber mais.

Solicitar informações sobre uma solução >